Início

Spaghetti Cantina Italiana reabre novamente para o público

Depois de mais de 5 meses fechado devido à pandemia do Covid-19, o Spaghetti Cantina Italiana comunica aos amigos e clientes que já está funcionando, aberto ao público, seguindo os devidos protocolos oficiais de prevenção.
Horário de funcionamento:
Quarta a sexta: 19h às 23h;
Sábados, de 13h às 17h e de 19h às 23h;
Domingos: 12h às 17h.
E informa que o Delivery continua funcionando normalmente, para entrega ou retirada.

 


NOTA DE FALECIMENTO

É com grande pesar que comunicamos o falecimento de nosso querido Isaías, ou simplesmente Zazá. Sentiremos saudades de sua simpatia e alegria contagiante, que encantavam todos os colegas e clientes. Com certeza o céu está em festa, o recebendo de braços abertos e com muita tarantella!


 

Venha saborear mais uma novidade no cardápio do Spaghetti: “Porpeta da Nonna”

Porpeta da Nonna: clássico italiano com um toque mineiro

No sul da Itália, a porpeta é um exemplar daquela comida caseira, onde cada família, à sua maneira, guarda uma tradição de preparo, passada de geração em geração. A Porpeta da Nonna, lançada durante o Festival de Gastronomia 2017, une tradição italiana e um toque mineiro. Recheadas com queijo, grelhadas na manteiga e azeite e cozidas em molho de tomate, podem vir acompanhadas de spaghetti ou fetuccine

 


 

Ruth

Nossa História

O “Spaghetti Cantina Italiana” nasceu na cidade de Tiradentes no ano de 2001, fruto da tenacidade e criatividade de Ruth Perrella ( in memoriam ), artista plástica e restaurantrice, com o objetivo de oferecer ao público antigas receitas e tradições da cuccina meridionale, passadas de geração em geração, e de espalhar a alegria de comer bem e com fartura.

As massas, leves e especiais, são produzidas artesanalmente. Os molhos são feitos na própria cantina, com ingredientes frescos e selecionados. Bracciolas, Pesto, Carbonara, Putanesca, são algumas das especialidades da casa.

Ruth se inspirou nas receitas e sabores do sul da Itália, da região de Pisciotta, pequena cidade incrustada nas montanhas, berço de um povo caloroso e hospitaleiro.

 

Atualmente, já não temos mais nossa querida mama ao nosso lado, mas sua alegre herança de sabores e cores permanecem vivas nesta cantina, que continua sendo administrada pela família com o mesmo carinho, dedicação e respeito que sempre marcaram sua trajetória.

E além de vários pratos assinados por ela, e outros que continuam a ser criados pela equipe, mantém-se na casa uma exposição permanente de várias de suas obras.

Leia mais